EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Assembleia de Catequistas reuniu mais de 500 pessoas

O bispo de Viana do Castelo presidiu este domingo a uma assembleia com mais de meio milhar de catequistas, convidando-os empenharem-se pelos “interesses dos outros” sem olhar para os “interesses próprios”.

“Dai-vos todos pelos outros para vosso próprio bem”, disse D. Anacleto Oliveira, na homilia da celebração de encerramento, pedindo ações concretas em prol da “vinha do Senhor”.

O prelado exortou os catequistas a advertiu ainda para a cautela que é necessário ter para que nenhuma comunidade seja marcada por “rivalidades” porque seria a “negação” do que é.

A preocupação primeira de qualquer comunidade cristã, frisou, deve ser a “unidade”.

O bispo de Viana do Castelo pediu aos catequistas para não serem pessimistas nem desanimarem diante dos tempos que correm.

A manhã da assembleia de catequistas foi ocupada na reflexão sobre novas propostas de itinerários catequéticos descentrados da infância e adolescência.

O padre Vasco Gonçalves, apresentou um “modelo” de «Catequese Familiar», itinerário de iniciação cristão a ser cumprido em três anos, até à primeira Comunhão, com vista a “recuperar” a família para o centro do processo de transmissão da fé.

Este modelo em "laboratório" em quatro comunidades paroquiais da diocese de Viana do Castelo (Perre, Meadela, Santa Marta e Castelo de Neiva) e com possibilidade de no próximo ano ser estendido a comunidades paroquiais de dez dioceses portuguesas.

Segundo o sacerdote, retende-se «abandonar» o esquema escolar semanal de catequese, passando a estar articulado em etapas mensais ritmadas por uma divisão semanal.

A tarde iniciou-se com a apresentação das atividades do secretariado diocesano para o próximo ano, dando ênfase à Assembleia de Catequistas, a 23 de setembro em Caminha, sob o tema «Catequista como Jesus».

Com agência Ecclesia




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |