EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Comunicado Final da Assembleia Plenária Extraordinária da CEP

1. Os Bispos de Portugal estiveram reunidos, de 14 a 16 de Junho de 2010, na Casa de Nossa Senhora das Dores, do Santuário de Fátima, para participar nas «Jornadas Pastorais do Episcopado».

Este ano tiveram por tema: «Repensar juntos a pastoral da Igreja em Portugal - Interpelações sócio-culturais». Participaram também delegados das dioceses e dos institutos religiosos. Intervieram como conferencistas quatro Bispos (D. Jorge Ortiga, Presidente da CEP; D. José Policarpo, Cardeal Patriarca de Lisboa; D. Manuel Pelino, Bispo de Santarém; e D. António Marto, Bispo de Leiria‑Fátima) e quatro personalidades do mundo cultural português (Guilherme de Oliveira Martins, Manuel Braga da Cruz, Helena Matos e António Pinto Leite).

Procurou‑se detectar e interpretar os sinais interpelantes para a Igreja, partindo da actual situação em Portugal, a nível económico, social e cultural, a fim de poder discernir por que caminhos nos guia o Espírito de Deus, e assim responder, com coragem e esperança, aos desafios do nosso tempo para servir mais e melhor os nossos contemporâneos.

Em anexo, segue o Instrumento de trabalho que orientará o itinerário sinodal da Igreja em Portugal até Novembro de 2011: objectivos a alcançar num clima de discernimento pastoral; passos e etapas deste caminho; leitura da situação actual com vista a uma nova maneira de ser Igreja; questões que pedem resposta no discernimento pastoral.

2. Na manhã do dia 17 de Junho realizou‑se uma Assembleia Plenária Extraordinária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), no mesmo local em Fátima. Assinalam‑se em seguida alguns pontos mais relevantes.

3. A Visita do Santo Padre Bento XVI a Portugal foi tema de reflexão da Assembleia Plenária. Explicitam‑se os seguintes pontos:

- A gratidão e o júbilo da Igreja em Portugal, por este acontecimento de extraordinária relevância, já foram destacados, pelo Conselho Permanente do Episcopado, na mensagem do dia 19 de Maio. Aqui se faz o seguinte apelo: «As interpelações lançadas aos vários sectores da vida pastoral merecem cuidadosa atenção e serão acolhidas no modo de repensar e estruturar a Igreja, no incentivo inovador da caridade, na valorização missionária e nas propostas de uma cultura credível e convincente».

- Foi sublinhada a adesão vibrante do povo de Portugal, incluindo da faixa etária juvenil, que, em sucessivas assembleias de centenas de milhares de fiéis, participou nas celebrações presididas pelo Santo Padre.

- As propostas e desafios que o Papa Bento XVI nos deixou precisam de ser lidos, reflectidos e rezados, a fim de que se tornem operativos. O precioso tesouro da passagem entre nós do Sucessor de Pedro não pode ficar escondido nos arquivos nem perdido na saudade desse acontecimento profundamente festivo. Tem que ser posto a render para que as nossas Igrejas locais se revitalizem, ultrapassando rotinas e desalentos, e sejam mais santas, criativas e apostólicas.

- O programa em que a nossa Igreja está empenhada «Repensar juntos a pastoral da Igreja em Portugal» deverá ter sempre presente as mensagens que o Santo Padre nos deixou, como fonte de inspiração, como incentivo e norma de acção.

- Os discursos e homilias do Papa em Portugal deverão também ser recordados e aplicados nas diversas acções de pastoral: cursos e retiros, pregações e palestras, planos pastorais e outras iniciativas...

4. A Assembleia Plenária apreciou e aprovou o Catecismo do 4º ano de Catequese, a nível nacional.

5. Tendo falecido recentemente o Sr. D. Carlos Francisco Martins Pinheiro, a Assembleia manifestou o seu pesar e a gratidão pelo seu serviço pastoral como Bispo Auxiliar de Braga.

6. Tendo o Santo Padre nomeado, para Bispo de Viana do Castelo, o actual Bispo Auxiliar de Lisboa, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves Oliveira, os Bispos de Portugal manifestaram o seu júbilo solidário e os votos orantes de frutuoso ministério pastoral.

7. Estando para completar sete anos como Director do Secretariado Geral do Episcopado, o P. Joaquim Manuel Garrido Mendes pediu para ser substituído. A Assembleia manifestou o seu grande agradecimento pela qualidade do serviço realizado. Para o substituir foi eleito o P. Manuel Joaquim Gomes Barbosa, também da Congregação dos Sacerdotes Dehonianos, actual Presidente da CIRP.

8. Na Assembleia Plenária do passado mês de Abril, foi aprovada a Carta Pastoral sobre o rosto missionário da Igreja. Não foi logo publicada para que nela fossem inseridos os desafios que o Papa iria dirigir à Igreja de Portugal, a este propósito, por ocasião da sua recente visita apostólica. Feito este trabalho, é hoje publicada a presente mensagem que será uma ajuda para a revitalização das nossas comunidades cristãs.

Fátima, 17 de Junho de 2010

Webmaster|2010-06-18|10:21:17




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |